COMO AVALIAR A SEGURANÇA DE UM LAR PARA IDOSOS?

Paralelamente ao aumento da população mundial de idosos, sobretudo daqueles com mais de 80 anos, ocorreu o aumento da criação de espaços para que eles possam viver com qualidade de vida, autonomia e liberdade. Esse segmento da população, embora mantenha uma vida saudável, apresenta fragilidades e requerem de cuidados especiais.

As instituições de longa permanência como uma casa lar para idosos surgem com a finalidade de servir como um domicílio coletivo para pessoas com idade igual ou superior a 60 anos, com ou sem suporte familiar. Tais instituições devem contar com a aprovação do Regulamento Técnico da ANVISA nº 283 de 26 de setembro de 2005, no qual são estipuladas as normas de funcionamento desse tipo de instituições.

Escolher uma instituição que se tornará o novo lar do idoso é um assunto que deve ser pensado e analisado profundamente, uma vez que são inúmeras as questões que devem ser ponderadas. Nesse sentido, a visita a vários lares para idosos é imprescindível para assegurar que a decisão seja a idônea para o idoso. Dentre os pontos a serem observados, destaca-se a segurança. Para ajudar nessa escolha, elencamos alguns pontos que contribuirão para você observar melhor cada instituição que visitar antes de tomar a decisão final:

 

Definir a instituição

 

O primeiro passo na escolha de uma instituição para internação de idosos é a escolha do tipo da mesma. No que se referem a casas de repouso ou asilos, elas possuem um perfil diferenciado das clínicas geriátricas, por exemplo, nas quais os idosos precisam de cuidados médicos constantes, medicações e assistência à saúde.

As instituições de longa permanência, ou lar para idosos, tem como objetivo o acolhimento de idoso saudáveis, autônomos e que precisam de ajuda alimentar de forma esporádica, assim como tomar banho acompanhado. Mas não necessitam de cuidados médicos constantes. Esses locais têm normas de segurança e obrigações bem definidas quanto ao trato de pessoas idosas.

 

Regularização

Após a escolha da instituição que melhor se adequa as necessidades do idoso, é preciso verificar se a mesma está cadastrada e se tem licença junto a Secretaria de Vigilância Sanitária do município na qual está localizada. É importante que a instituição tenha esses dois documentos, pois significa que já passou por uma inspeção e que está apta para acolher a usuários.

Além disso, é importante que a família elabore um contrato entre eles e a instituição estipulando todos os tipos de serviços que serão prestados ao idoso, assim como os procedimentos que serão adotados em caso de incumprimento ou de eventuais acidentes e/ou se constatado algum tipo de violência. Essa é uma forma legal de assegurar a segurança do idoso e sua integridade na instituição na qual estará interno.

 

Instalações

 

No que se refere as condições físicas da instituição, é relevante que durante a visita a família ou idoso fiquem atentos se o local é seguro e tem infraestrutura que evitem as quedas de idosos, tais como corrimãos nos corredores e em áreas externas, como uma forma de passar mais segurança aos usuários.

Devem ter barras de proteção nos banheiros, tendo em vista o risco de quedas nesses locais. As instituições que não tem escadas devem ser preferíveis às demais. Em caso de que as tenham é primordial a presença de corrimãos, assim como telas de segurança nas janelas.

Alguns sinais na estrutura podem indicar se o local tem manutenção adequada para o recebimento dos idosos, se apresentarem paredes com mofo, odores fortes nos ambientes e roupas de cama sujas ou amassadas são indícios de que o local não é apropriado e/ou seguro para o idoso.

 

Alimentação

 

A qualidade da alimentação é outro fator que deve ser analisado durante a escolha de uma instituição, sobretudo no que se refere a segurança dos idosos. Essa alimentação precisa ser adequada, observe se a instituição dispõe do acompanhamento de um profissional de nutrição para elaboração das dietas e vistoria na elaboração dos alimentos. Segundo normas, é necessário que os internos tenham seis refeições ao dia.

 

Visitas

 

Observe como são estipuladas as visitas, desconfie daquelas instituições que restringem os horários e dias de visita. Os idosos não só podem como devem levar seus pertences, assim como receber visitas de seus familiares livremente. Trata-se de uma forma de fortalecer os vínculos familiares, e, apesar de estarem em uma instituição eles devem se sentir livre e a vontade.

É importante que, nos casos em que o idoso já esteja internado, a família quando for visitar o idoso fique atenta aos serviços que são prestados, a situação do local, os demais idosos e a interação entre estes.

 

Cuidadores

 

O número de cuidadores por instituição é determinado de acordo com o número de idosos e o seu grau de autonomia de acordo com a Anvisa. Uma instituição na qual o idoso é mais dependente é previsto que um cuidador deve ser responsável por seis idosos. Esse número é importante para que todos eles recebam um atendimento adequado.

Observe esse fator durante a realização das visitas, assim como a relação dos idosos com os cuidadores. É possível avaliar de que forma o serviço é prestado levando em consideração o comportamento e reação dos idosos diante dos profissionais da instituição.

 

Diante do que foi exposto, pode-se observar que a melhor forma de avaliar a segurança de um lar para idosos é observando tanto os seus aspectos físicos, quanto a parte humana do atendimento às necessidades dos idosos. Uma vez que a instituição apresente algum tipo de falha em qualquer dos itens listados acima, pode ser um indício de que o seu serviço não é tão bom quanto quer transparecer.

Conversar com outros idosos e demais familiares é uma excelente forma de averiguar a segurança da instituição, sobretudo no que se referem a quedas, problemas com alimentação, medicamentos e até o próprio atendimento. Quanto maior o número de informações que se pode adquirir com relação a instituição maior será a segurança que você terá em contratar os seus serviços. Tanto o idoso quanto a família devem estar seguros quanto a escolha do local de internação.

 



Deixe uma resposta