Fatores que afetam a alimentação dos idosos

Quando as pessoas chegam à terceira idade começam a notar muitas diferenças no funcionamento do seu organismo. Algumas delas são uma série de fatores que afetam a alimentação dos idosos.

A qualidade de vida está intimamente ligada à alimentação das pessoas, portanto qualquer mudança relacionada a isso prejudica bastante a saúde de todos, inclusive idosos.

Vale lembrar, que estes fatores que afetam a alimentação dos idosos, na sua maioria, são decorrentes do envelhecimento, um processo natural pelo qual todas as pessoas irão passar na vida.

A importância de entender os fatores que afetam a alimentação dos idosos

Os idosos necessitam de cuidados especiais e isso somente pode ser feito quando há uma compreensão do funcionamento do organismo deles.

Que possui características totalmente diferentes das apresentadas por um adulto de 30 anos, por exemplo.

Dentre as mudanças que ocorrem no organismo do idoso a alimentação merece um destaque. São diversos os fatores que afetam a alimentação dos idosos e que podem prejudicar seriamente a sua saúde.

Por isso é preciso identificar estes fatores o quanto antes para procurar minimizá-los ou evitá-los.

Os fatores principais que afetam a alimentação dos idosos são as alterações fisiológicas, as doenças que ele possui e a situação econômica, familiar e financeira e que o idoso vive.

Alterações fisiológicas

A origem deste fator que afeta a alimentação do idoso é o envelhecimento. Que causa diversas alterações no organismo que prejudicam o processo de alimentação de pessoas desta idade.

Os fatores de origem fisiológica podem ser divididos em três.

Fatores fisiológicos que podem ocorrer em decorrência de problemas na digestão: alguns são referentes ao processo de mastigação, outros ao processo de digestão dos alimentos.

Fatores referentes à mastigação:

  • Aparecimento de cáries;
  • Doença periodontal;
  • Perda de dentes;
  • Dentadura má conservada.

Fatores referentes à digestão:

  • Diminuição da produção de ácido gástrico, responsável pelo processamento dos alimentos.
  • Diminuição dos movimentos do intestino grosso;
  • Maior probabilidade de apresentar o intestino preso.

Fatores fisiológicos que podem ocorrer em decorrência de modificações sensoriais: são decorrentes de modificações que prejudicam a percepção a dos sentidos e consequentemente a alimentação.

Idosos têm o olfato e o paladar menos apurado o que interfere no gosto dos alimentos.

Isso faz com que adicionem uma quantidade exagerada de açúcar ou sal nos alimentos, o que pode causar ou agravar problemas como diabetes e hipertensão.

A dificuldade em sentir sabor pode levar a casos de anorexia. já que nessas situações o idoso não sente vontade de comer.

Fatores fisiológicos que podem ocorrer em decorrência da sede: idosos sentem menos sede por causa de disfunções e estruturas cerebrais.

A falta de sede, leva ao menor consumo diário de água. Situação que quando combinada com o uso de diuréticos, medicamentos comuns no dia a dia do idoso, causam a desidratação do idoso.

A falta de água também leva à debilidade do organismo das pessoas na terceira idade.

Presença de doenças

Outro fator que afeta a alimentação dos idosos é a presença de doenças no organismo. As pessoas acima de 60 anos são mais sensíveis aos sintomas das doenças.

As doenças, na sua maioria, naturalmente diminuem o apetite. O uso dos medicamentos para combatê-las também causa diversas alterações no organismo que comprometem o processo de alimentação.

Confiram os efeitos colaterais dos medicamentos no processo de alimentação do idoso.

  • Tranquilizantes: diminuem a capacidade de absorção de nutrientes do intestino.
  • Laxantes e diuréticos: desidratam o organismo e diminuem a quantidade de nutrientes necessários para o funcionamento do organismo.
  • Antibióticos: destroem a flora intestinal.
  • Analgésicos: contribuem para o aparecimento de úlcera e gastrite.

Esses são os principais fatores que afetam a alimentação dos idosos relacionados à presença de doenças.

Situações sociais

São os fatores que afetam a alimentação dos idosos relativos às condições sociais do indivíduo.

Idosos em situação social mais frágil não conseguem consumir alimentos com a quantidade de nutrientes necessários para a manutenção da saúde. Socialmente, possuem menor poder aquisitivo do que pessoas mais novas.

Idosos têm menos preocupação com o seu próprio bem-estar. Muitos, por causa da solidão e da falta de importância que dão as suas vidas, consomem menos alimentos do que o necessário.

Esses sentimentos negativos estão ligados à presença de depressão, que deve ser tratada assim que aparecerem os seus primeiros sinais. Para evitar estes e outros diversos problemas.

A alimentação do idoso também sofre alterações decorrentes da dificuldade que ele apresenta em produzir sua própria comida, o que faz que ele busque alimentos fáceis, que por sua vez, não possuem valores nutritivos.

Como lidar com os fatores que afeta a alimentação do idoso

Separamos algumas dicas que podem ajudar a aliviar os fatores que afetam a alimentação dos idosos, confira:

  • Incentive o idoso a comer na mesa com a presença da família;
  • Invista em refeições que seja saborosas e nutritivas;
  • Corte alimentos pobres em nutrientes
  • Ofereça para o idoso água e suco com frequência;
  • Faça visitas regulares ao dentista.

Estes são os principais fatores que afetam a alimentação dos idosos. Agora que você os conhece é mais fácil evitá-los e contribuir para a saúde das pessoas na terceira idade.



Deixe uma resposta