4 dicas para combater a depressão nos idosos

Com a idade avançada, é muito comum muitas pessoas acharem que com a aposentadoria e o tempo livre, os idosos passam a ter uma vida tranquila e livre de preocupações. Porém, nem sempre isso ocorre. Segundo estudos da OMS, a depressão atinge em média 15% dos idosos, sendo que 2% desses casos são mais graves.

Mas calma, a depressão nessa idade pode ser combatida como em qualquer outra idade. Por isso, separamos algumas dicas para evitar esse tipo de problema tão sério.

Atividades físicas

Apesar de não ser algo muito comum em pessoas de idade avançada, a prática de esportes leves ou até uma caminhada é excelente para o combate a depressão. Porém, na maioria dos casos essas atividades devem ser acompanhadas de um profissional ou até algum parente, tendo em vista que o corpo dos idosos é mais frágil e mais propenso a lesões. Atividades como hidroginástica e caminhada são as opções mais recomendadas, mas isso depende muito de cada um.

Companhia dos familiares

Um ponto importante nos dados recolhidos é que a taxa de depressão geralmente é maior em asilos ou casas de repouso, tendo em vista que muitos familiares abandonam seu familiar e raramente fazem visitas. Por isso, faça visitas frequentes e se possível, participe das atividades da casa. Isso manterá seu familiar alegre e se sentindo vivo, diminuindo drasticamente as chances de depressão.

Aprender algo novo

Como a mente dos idosos está menos ocupada, isso se torna um campo fértil para o desenvolvimento da depressão. Por isso, é muito importante sempre estimular novas atividades para que a mente do idoso se mantenha ativa e em constante aprendizado. Mas caso o mesmo não apresente essa disposição, é importante que os familiares sejam o ponto de incentivo nesse quesito.

Terapia

Sendo um benefício para qualquer idade, a terapia é um excelente aliado na luta contra a depressão. Esse recurso irá fazer com que o idoso coloque para fora seus problemas e preocupações, facilitando o auxílio da família sendo que muitos idosos acabam ficando mais fechados e não exponham seus problemas com a família, dificultando a aproximação.

Mas lembre-se, em casos de depressão, é muito importante manter a pessoa em constante observação para que você possa dar auxílio quando necessário. Se você notar que mesmo com as dicas acima o quadro está se mantendo, procure um psiquiatra ou especialista na área.



Deixe uma resposta