5 atividades para promover a socialização dos idosos

A socialização é importante para todas as idades, seja para as crianças, adolescentes, adultos e até idosos, estar envolvido nas atividades que nos cercam fazem muito bem para nossa autoestima e, em muitos casos, para nossa recuperação.

Embora para todos nós, independente da idade, o convívio social seja importante, para os idosos a socialização e a participação ativa no seu meio ambiente e nas atividades com a família pode ser ainda mais importante e pode trazer muitos benefícios e bem estar.

Ainda sim, embora seja de grande importância essa socialização na terceira idade, muitas pessoas enfrentam dificuldade na hora de propor ideias e atividades que envolvam e divirtam toda a família. Pequenas atitudes e simples programações podem trazer ótimos resultados para a vida e bem estar do seu familiar idoso, por isso, confira abaixo 5 ideias de socialização para idosos e adote na sua família e no seu cotidiano!

  1. Musicoterapia

Mas quem não gosta de música, não é mesmo? Crianças, adultos e idosos, todo mundo se anima e fica feliz ouvindo música! Por isso, a primeira dica de atividade para socializar os idosos é através da musicalização ou da musicoterapia.

Você pode desenvolver diversas atividades com música como, por exemplo, colocar as músicas preferidas do seu ente querido e pedir para ele contar quais lembranças ele tem (as crianças irão adorar as histórias), pode também escolher canções que toda a família saiba cantar e se unirem para cantarolar ou até mesmo criar instrumentos sustentáveis e, unindo as crianças e os idosos, montar uma banda, uma apresentação ou inventar suas próprias canções.

O mais importante é usar a imaginação e procurar formas de unir, através da música, gerações tão distantes.

  1. Arteterapia

Outra atividade bem importante para a socialização e que pode trazer muitos benefícios para os idosos é a arteterapia, isto é, as atividades ligadas às artes, como pintura, escultura, desenhos à lápis e o artesanato em geral são bons exemplos de arteterapia.

A arteterapia ajuda o idoso a trabalhar a sua criatividade e a expor suas emoções e sentimentos através da produção artística. Por isso, para inserir os idosos no convívio social, estimular atividades ligadas às artes pode trazer benefícios como a reabilitação de movimentos, o autoconhecimento, desenvolvimento de novas habilidades e o principal deles, a interação social.

Na sua casa, por exemplo, você pode propor ao seu familiar momentos para pintura de objetos de madeira, para desenhos em telas, confecção de peças em crochê e tricô e outras atividades de artesanato em geral. O mais importante é mostrar ao idoso interesse em participar e fazer aquele trabalho junto com ele, sendo uma ótima oportunidade para estreitar os laços familiares.

  1. Terapia Ocupacional

Além da arte e da música, outra atividade que pode ser muito útil para promover a integração entre os idosos é a terapia ocupacional. Muito usada em hospitais e casas de repouso, essas atividades trazem muitos benefícios aos pacientes e são importantes para trabalhar tanto o corpo quanto a mente, especialmente na terceira idade.

As atividades da terapia ocupacional são ministradas por profissionais capacitados e acontecem, normalmente, em grupos, o que garante mais interação entre os participantes. Desenvolvimento de mais coordenação motora, independência, reabilitação dos movimentos e descobrimento de novas habilidades são alguns benefícios da terapia. Por isso, estimule e indique que seu familiar ou paciente participe de atividades de terapia ocupacional tanto pela socialização quanto pelos benefícios para a saúde.

  1. Escolas Abertas

Para além de tudo que já foi dito, ainda há muito o que se fazer para inserir e integrar os idosos na sociedade. Por isso, algumas escolas e universidades têm desenvolvido e ampliado cursos voltados para os idosos com o objetivo de promover a socialização e transmissão de conteúdos, tão importante na terceira idade.

Em sua maioria, os cursos são de artesanato,culinária, artes, informática, teatro, danças e até cursos de ciências políticas e direito. O intuito é promover atividades que incluam os idosos e mostrar, de uma vez por todas, que entrar para a terceira idade não significa parar as atividades, muito pelo contrário. A terceira idade tem que ser o tempo de se dedicar às coisas que gosta e também tempo de aprender coisas novas.

  1. Esportes e a Dança

Os esportes tem como uma das funções a interação social e com os idosos isso não é diferente. A instalação de academias ao ar livre, voltadas principalmente para a terceira idade, é também uma maneira de estimular a socialização e a união entre pessoas de várias idades, além de promover o bem estar e a prática de exercícios. Por isso, cada vez mais academias e grupos de esportes estão estimulando a participação dos idosos e a criação de atividades voltadas para eles.

Com esse mesmo intuito, academias e estúdios de dança também tem promovido aulas especiais para os idosos, buscando incentivar a prática de exercícios na terceira idade e também ajudando na socialização.

Se você tem um familiar ou ente querido e pode, por incentivo médico, realizar alguma atividade física, estimula a participação e participe você também, melhorando ainda mais a interação na família de vocês. Busque maneiras de incentivar os idosos a participar de atividades sociais dentro e fora de casa, serão incontáveis benefícios para o corpo e para a mente.



Deixe uma resposta