A importância dos cuidados com a saúde mental do idoso

Cuidar bem da saúde física é fundamental para evitarmos problemas e doenças. Entretanto, ainda é comum encontrarmos pessoas com uma certa resistência quando se trata de cuidar da saúde mental. 

Saber como cuidar da saúde mental de idosos envolve uma série de cuidados específicos para não negligenciar sinais de doenças típicas do envelhecimento. Nessa fase da vida, as mudanças como perda de autonomia, círculo social, solidão, medo e limitações físicas podem gerar uma série de sentimentos negativos, fobias e até mesmo doenças crônicas.

Por isso, é importante proteger a saúde mental dos idosos, pois essas questões afetam diretamente a estabilidade emocional e os tornam mais vulneráveis a outras doenças. Pensando nisso, nós do Residencial Serenidade preparamos um pequeno guia para te ajudar a identificar sinais e comportamentos que indicam que o idoso está passando por problemas relacionados à saúde mental. 

Quais os sinais de problemas com a saúde mental de idosos?

A maioria dos idosos tem limitações físicas que os impedem de ter uma rotina movimentada. Entretanto, o excesso de reclamações, indisposição e mau humor constante não é algo normal da idade. Envelhecer é um processo que não mexe apenas com o físico da pessoa mas com a mentalidade também pois surgem novas dúvidas, anseios e preocupações. Por isso, a família e as pessoas responsáveis pelo idoso devem ficar atentos a sinais que indicam problemas mais sérios, como por exemplo: 

  • choro constante;
  • tristeza profunda;
  • sinais de depressão;
  • negligência com higiene pessoal;
  • irritabilidade e queixas sem motivo;
  • mania de doenças sem causa aparente;
  • falta de apetite;
  • recusa a se levantar da cama pela manhã;
  • mau humor e atitudes grosseiras sem motivo.

Se notar qualquer um desses sinais é necessário buscar ajuda médica pois a identificação de problemas com a saúde mental do idoso só pode ser diagnosticada com uma avaliação profunda. Um profissional experiente é quem poderá avaliar e adotar a conduta mais adequada para cada situação.

Quando buscar ajuda?

Como dissemos anteriormente e em outros artigos do nosso blog, com o passar do tempo o idoso pode apresentar comportamentos diferentes devido ao processo natural de envelhecimento. Por isso é importante que o cuidador tenha atenção redobrada para não deixar passar indícios de doenças mentais como sendo algo normal da idade. Se notar qualquer comportamento que esteja comprometendo o desenvolvimento cognitivo da pessoa, deve buscar ajuda profissional.

Alguns comportamentos que indicam a necessidade de um acompanhamento médico são: lapsos de memória, esquecer onde guarda objetos e apresentar certa tristeza por perceber que está envelhecendo. Nessas circunstâncias, o ideal é dialogar abertamente, usar de habilidade e empatia e ter o cuidado para não criticar ou culpabilizar o idoso por esse comportamento.

Assim, se estas sugestões forem seguidas, é provável que surjam melhoras na qualidade de vida e na saúde mental do idoso. 

Todas as dicas listadas nesse texto são seguidas à risca aqui no Residencial Serenidade. Aqui no Blog do Serenidade pode encontrar mais dicas sobre diversos assuntos que podem te interessar.

LEIA MAIS  14 dicas de viagens para idosos


Deixe um comentário