Como escolher o plano de saúde para idoso

O plano de saúde é um desses itens que deixou de ser luxo há algum tempo. O tema é ainda mais importante quando pensamos no plano de saúde para idoso, uma vez que é durante essa fase que geralmente os cuidados e atenção se tornam constantes. Este tipo de serviço pode se tornar fundamental para garantir o mínimo de bem-estar no decurso da terceira idade.
Ao mesmo tempo, nem sempre é fácil ou simples encontrar uma alternativa acessível e que possa atender a grande massa desse público que necessita de uma assistência mais precisa, e a escolha de qual o melhor caminho a ser seguido se torna ainda mais duvidosa.
Mas não se preocupe, viemos te ajuda nessa tarefa! Veja abaixo algumas dicas para te orientar durante o processo!

Por que contratar?

O plano de saúde para idoso é, na verdade, um investimento na vida do seu ente querido.

Com a senescência natural do ser humano, a busca por médicos aumenta consideravelmente, tendo em vista que o organismo já não tem mais todo aquele pique e ficamos mais suscetíveis ao aparecimento de algumas complicações. É comum as queixas de dores e outros sintomas gerais que, muitas vezes, demandam de certa urgência ou atendimento especializado.

Fazendo os procedimento e/ou consultas de forma particular pode pesar mais financeiramente do que arcar com a mensalidade do plano de saúde. Da mesma forma, depender de liberações do sistema público de saúde pode ser mais demorado e bem mais trabalhoso, o que muitas vezes não é interessante se o quadro do paciente for grave.
Além disso, um bom plano de saúde traz tranquilidade e segurança aos familiares de que haverá profissionais e clínicas de confiança para prestar o atendimento de uma forma mais prática e acessível.

Afinal, nunca se sabe quando vamos precisar utilizá-lo, não é mesmo?

 

Como escolher o plano de saúde para idoso?

Existem alguns pontos principais que devem ser observados e pesquisados junto às prestadoras de serviços.

– Procure dar preferência às operadoras que possuam plano de saúde especializado para idosos (a maioria apenas oferece o serviço para maiores de 59 anos, mas sem destacar nenhum atendimento específico para essa faixa etária). Essa escolha acaba oferecendo um produto mais assertivo para o público alvo.

– Confira a cobertura da operadora na sua região e quais formas de atendimento e tratamentos estão disponíveis para atender ao paciente. Certifique-se também se a prestadora disponibiliza recursos terapêuticos adequados às doenças e enfermidades mais comuns em idosos.
Não deixe de examinar a rede de farmácia, médicos e hospitais credenciados para não haver surpresas desagradáveis no futuro.

– Se o idoso já possui alguma condição específica pré-estabelecida, confirme se o plano de saúde cobrirá todas as necessidades para estes procedimentos.

 

Os nossos vovôs e vovós merecem muito carinho por terem sempre cuidado tão bem da família!

Não hesite em dá-los conforto nessa fase=)

 

Veja mais sobre este e outros assunto em nosso blog!

Não deixe de comentar e deixar sua sugestão em nossas redes sociais!

 

 



Deixe uma resposta