Obesidade na terceira idade: quais são os riscos?

A obesidade é um problema de saúde que estamos sujeitos a enfrentar em qualquer fase da vida. Entretanto, na terceira idade, ele pode se tornar algo muito mais sério e trazer consequências graves, acelerando doenças e dificultando a recuperação.

 

Por isso, se você também quer chegar nessa fase da vida cheio de saúde e disposição, saiba que alguns cuidados devem ser tomados a partir de agora. Continue lendo este artigo que nós do Residencial Serenidade preparamos para você!

Quais as causas da obesidade?

Nos últimos 10 anos, o índice de obesos no Brasil aumentou cerca de 20%, atingindo também pessoas acima dos 65 anos. Para esta faixa etária, houve um aumento de 26% de casos de obesidade na última década. Segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a maior parte são mulheres (16,7%), já os homens nessa faixa etária são de 8,1%. Esse problema pode ser desencadeado por diversos fatores, como:

 

  • Diminuição no ritmo das atividades diárias, pois grande parte das pessoas acima dos 65 anos já se aposentou;
  • Sedentarismo, seja pela falta de motivação, interesse ou até problemas físicos;
  • Má-alimentação, consumo excessivo de alimentos industrializados e processados, excesso de açúcar e/ou sódio.
  • Problemas de saúde, como desequilíbrios hormonais.

Que riscos a obesidade oferece?

A obesidade oferece diversos riscos para a saúde, pois está ligada a doenças que podem reduzir a qualidade de vida e agravar doenças mais sérias. Alguns riscos da obesidade na terceira idade são:

 

  • O idoso pode ter perda de equilíbrio devido à idade e também ao excesso de peso e, com isso, ficar mais suscetível a quedas e fraturas;
  • Como é uma doença inflamatória, a obesidade também aumenta o risco do idoso sofrer com artrites;
  • Elevação da pressão arterial causadora de diversas complicações para a saúde, como Acidente Vascular Cerebral (AVC) e infarto;
  • Resistência à insulina, uma das causas do Diabetes.

 

LEIA MAIS  A importância da Construção de Relacionamentos para os Idosos

A obesidade em idosos também pode favorecer o aparecimento de doenças ou a piora de algumas delas, como:

 

  • Aumento do risco de ter ou agravar quadros de doenças relacionadas à demência, como Alzheimer, Parkinson, entre outras;
  • Aumento do colesterol, que favorece o AVC e infarto;
  • Diabetes;
  • Hipertensão;
  • Apneia do sono;
  • Artrose;
  • Coronariopatia;
  • Esteatose hepática;
  • Gota;
  • Insuficiência renal.

 

Sabendo disso, é importante verificar o Índice de Massa Corporal (IMC) e, caso a obesidade seja comprovada, é necessário buscar ajuda médica e nutricional para que a situação não se agrave e fique suscetível a essas doenças.

 

Na terceira idade, existe um detalhe que não pode ser ignorado: a obesidade não é caracterizada pelo aumento do peso, mas sim pelo aumento do índice de gordura corporal.

 

Isso quer dizer que uma pessoa considerada obesa na terceira idade não precisa necessariamente apresentar um peso alto quando sobe na balança. Aliás, o efeito é justamente o contrário, uma vez que os músculos e a pele não sustentam mais a gordura e reduzem sua aparência. Por isso, o cuidado deve ser redobrado. 

Aqui no Blog do Serenidade pode encontrar mais dicas sobre diversos assuntos que podem te interessar. Visite nossas redes sociais e em caso de dúvidas, não hesite em nos contactar!



Deixe um comentário