Veja as vantagens de ter animais de estimação na terceira idade

Quem não possui uma lembrança boa relacionada a um animalzinho de estimação, não é mesmo? Seja na infância ou até mesmo na fase adulta, sempre teremos aquele momento que nos arranca um sorrisinho inesperado e sincero.
Além da ótima companhia, o animal em casa nos traz diversos benefícios. Nos fazem ter noção de cuidado, responsabilidade e carinho e deixam o nosso lar com aquele ar de “casa cheia de amor”.

Para o idoso não poderia ser diferente, não é mesmo?
Nessa fase que já é tão delicada por si só, os nossos tão queridos vovôs e vovós se sentem mais sozinhos, uma vez que os filhos já estão casados, a maioria não possui mais ocupações externas e essa sensação de perda do papel social pode ser bem avassaladora.

Por isso, a presença de um animalzinho pode fazer toda a diferença na vida do idoso, trazendo benefícios tanto para a saúde física e quanto para a saúde mental.

Mas afinal, quais são esses benefícios? Vamos ver a seguir!

 

Uma vida mais ativa

Uma rotina de atividades é vital para a saúde de um idoso. E é pensando neste contexto que a convivência com um pet é vantajosa, uma vez que estimula a criação de hábitos que proporcionam uma movimentação tanto física quanto mental.
Tendo um animal, será preciso levar para passear, dar banho, alimentar e todos os cuidados comuns para mantê-lo feliz e saudável.

Ajudam a criar uma rotina

Como a maioria das pessoas na terceira idade já são aposentados e todos os filhos já estão criados, muitos caem em uma apatia durante o dia a dia. Ao sentirem que perderam a sua função na sociedade e sem possuírem obrigações, traz não apenas sintomas depressivos como também levantam um certo sentimento de desinteresse pela vida.
Os queridos bichinhos trazem ao seu companheiro uma nova forma de se sentirem responsáveis por algo e criam hábitos que retomam o envolvimento deles com a vida.

 

Reduzem o estresse

Diversos estudos comprovam que conviver com um animal promove o bem-estar. Mas não podia ser diferente! Eles são ótimos para conversar, brincar, ajudam no relaxamento e melhoram o humor.
Com eles, é possível se distrair mesmo dentro de casa, seja no cuidado diário ou com alguma brincadeira, e são tarefas extremamente prazerosas e que podem mudar o foco na vida de alguém na terceira idade.
Afinal, não tem quem resista a um olhinho brilhando pedindo um colo, um carinho ou um pedacinho do seu lanche, não é mesmo?

 

Estimula a interação social

Pessoas que têm animais de estimação sempre vão em lugares comuns. Seja para comprar uma ração, levar para passear, ir em eventos relacionados, levar no veterinário e outras atividades para ajudar no bem-estar do amiguinho. Isso promove uma ótima interação com o restante da comunidade.
Além disso, sabemos que um animalzinho fofinho é uma ótima desculpa para puxar assunto com outra pessoa!

Um novo significado e propósito

Grande parte da população idosa se sente de certa forma isolada e sem objetivos na vida.
Um novo bichinho pode ajudar nesse ponto, já que este dependerá do seu dono para a maioria das necessidades. Isso devolverá aquela sensação de estar cuidando de algo, de ser responsável por algo e ter um novo propósito que os dê satisfação e alegria.

 

Gostou do tema? Acompanhe nosso blog e veja muito mais!

Conheça mais sobre nosso trabalho em nossas redes sociais!



Deixe uma resposta